Volume 4 número 115.11.2010
Editores Sergio Capparelli | Maria da Glória Bordini | Regina Zilberman

ISSN 1982-9434

Quem Somos
O Tigre Albino pretende discutir poesia para crianças e jovens. Lançado em 15 de novembro de 2007, prevê edições em março, e julho e novembro de cada ano. É editado por uma pequena equipe de voluntários, sem apoios institucionais.

Esse periódico eletrônico não considera poesia infantil apenas versos que os adultos, escrevem em rimas para um público infantil ou juvenil, de diferentes faixas etárias. Dando pouca importância a essas classificações, Tigre Albino considera, por exemplo, que alguns textos de Clarice Lispector, Colette ou Guimarães Rosa podem também ser considerados poéticos, integrando o leque de suas reflexões, bem como poesia editada originalmente em livros para adultos.

Considera que Fernando Pessoa escreveu o poema "Pia, Pia, Pia" para seus sobrinhos, mas também o poema "Leve, Breve, Suave", no Cancioneiro, ambos apreciados igualmente pelo público jovem. "Para Fazer uma Campina", de E. Dickinson ou "Descoberta", de Goethe ou ainda Canção da Garoa , de Quintana, são poemas dirigidos originalmente a leitores adultos, mas tais produções podem ter ressonâncias singulares entre crianças e jovens.

O Tigre Albino sabe que diversas crianças existem dentro do conceito de infância. Elas dispõem de um desenvolvimento racional-cognitivo diferente, algumas lidando com metáforas mais sofisticadas e outras absorvendo apenas imagens mais simples.

O Tigre Albino não se limita à produção poética brasileira, Os poemas nonsense de Lear, da mesma forma que composições de Queneau, Brecht, Garcia, Lorca, Sandburg, Du Fu, Issa ou Petrarca, alguns deles escritos quando inexistia no mundo o sentimento da infância, podem integrar facilmente o universo infantil e assim serão considerados.


Editores

ANNETE BALDI nasceu em Porto Alegre , em 1964. Formou-se em Letras pela UFRGS em 1986. Trabalhou como professora de educação infantil, de séries iniciais do Ensino Fundamental e também como professora de inglês em escolas de língua. Concluiu o Mestrado na PUC-RS em 2006, defendendo dissertação sob o título A presença da metalinguagem na literatura infantil brasileira contemporânea, orientada pela Prof. Dr. Vera Aguiar. É umas das fundadoras da Escola Projeto e da Editora Projeto, de Porto Alegre. Atua como Diretora da Editora Projeto e como Editora de livros infanto-juvenis há 15 anos.

ELIZABETH D'ANGELO SERRA nasceu no Rio de Janeiro, é formada em pedagogia e ocupa, desde 1989, o cargo de Secretária Geral, na Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil-FNLIJ, seção brasileira do International Board on Books for Young People/IBBY, dirigindo e coordenando as atividades e projetos da instituição. Dentre, destacam-se o Prêmio FNLIJ, Salão FNLIJ do Livro para Crianças e Jovens, Bibliotecas Comunitárias Ler é Preciso - Instituto Ecofuturo, Concurso FNLIJ Melhores Programas, Seminário Prazer em Ler -Instituto C&A, Cursos de Literatura Infantil e Juvenil para Secretaria de Educação da cidade do Rio de Janeiro. Fez parte da comissão coordenadora do PROLER, de setembro de 1996 a dezembro de 2002, exercendo a sua coordenação executiva. Dirigiu a Biblioteca Pública do Estado do Rio de Janeiro em 2003. Coordena as atividades internacionais da FNLIJ, como a Feira de Bolonha, Itália. Participou do Comitê Executivo do IBBY como vice-presidente (2000-2002 e 2002 a 2004).

MARIA DA GLÓRIA BORDINI é Doutora em Letras pela PUCRS. Foi Professora Titular de Teoria da Literatura no Programa de Pós-Graduação em Letras da PUCRS e atualmente leciona no Programa de Pós-Graduação em Letras da UFRGS. Ex-Secretária Editorial da Editora Globo, é curadora do Acervo Literário de Erico Verissimo desde 1982. É pesquisadora do CNPq e editora-associada da revista binacional Brasil/Brazil, co-editada pela Brown University.Trabalha, em Literatura Infanto-Juvenil, com poesia para crianças e já foi diretora das coleções infanto-juvenis da L&PM.

MIGUEL RETTENMAIER é professor na Graduação e no Mestrado em Letras da Universidade de Passo Fundo na área de Estudos Literários. Além de pesquisador da obra de Josué Guimarães e de coordenador do Acervo Literário do Autor (ALJOG/UPF), desenvolve projetos de pesquisa na linha de Leitura e Formação de Leitor, focalizando seus trabalhos especialmente na questão da leitura relacionada às múltiplas linguagens. Organizou, com Tânia Rösing, em 2007, pela UPF Editora, o livro Questões de leitura no hipertexto, e publicou vários artigos sobre o impacto na leitura das novas tecnologias de informação e de comunicação. Atualmente coordena o Mestrado em Letras da UPF.

REGINA ZILBERMAN licenciou-se em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e doutorou-se em Romanística pela Universidade de Heidelberg, na Alemanha. Com pós-doutorado na Brown University, nos Estados Unidos, recebeu, da Universidade Federal de Santa Maria, o título de Doutor Honoris Causa. É professora colaboradora na Universidade Federal do Rio Grande do Sul e professora pesquisadora na Faculdade Porto-Alegrense de Educação, Ciências e Letras. Foi professora titular na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Entre 1987 e 1991, e entre 2005 e 2006, dirigiu o Instituto Estadual do Livro, órgão do Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Entre suas publicações recentes, contam-se Fim do livro, fim da leitura? e Como e por que ler a literatura infantil brasileira.

SERGIO CAPPARELLI é formado em jornalismo pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e doutorou-se em Ciências da Comunicação pela Universidade de Paris 2. Tem pós-doutorado pela Universidade de Montreal e pela Universidade de Grenoble. Foi professor da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, da Unisinos e da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escreve livros infantis, sendo premiado diversas vezes com o Prêmio Jabuti e com os prêmios da FNLIJ. De 2005 a 2007 trabalhou na Xinhua News Agency, em Pequim.

Conselho Editorial
O Tigre Albino tem um Conselho Editorial integrado pelas seguintes pessoas:

Blanca Roig da USC e da LIJMI, Espanha;
Ezequiel Theodoro da Silva, da UNICAMP e da ALB, Brasil;
Isabel Mociño Gonzáles, da USC e da LIJMI, Espanha;
Laura Sandroni, da FNLIJ, Brasil;
Maria Antonieta Cunha, da PUC-MG, Brasil;
Marisa Lajolo, da UNICAMP e Mackenzie, Brasil;
Silvia Castrillon, da Asolectura, Colômbia;
Virgilio López Lemus, do ILL, FAyLUH e AChttp://fayl.uh.cu e ACC, de Cuba.

Último Número

Quem Somos

Arquivos

Contribuições

Cartas



Cadastro

Nossas publicações acontecerão no dia 15 de novembro, 15 de março e 15 julho de cada ano. Se você quiser receber um lembrete a cada nova edição, preencha, sem qualquer custo, o formulário abaixo.








Tigre inquieto

Publica artigos sobre algum aspecto particular da poesia para crianças. Editores: Sérgio Capparelli, Regina Zilberman e Maria da Glória Bordini.

Tigre ao espelho

Contribui com discussões sobre o fazer poético mais amplo, em que a ilustração ou design se institui enquanto uma das vozes importantes da interlocução entre autor e leitor. O espelho apresentará autores ou ilustradores nacionais e estrangeiros, falando sobre seu trabalho, em entrevistas ou depoimentos. Editora: Annete Baldi

Tigre em movimento

Propõe o relato de trabalhos práticos com poesia infantil em qualquer nível educacional. Editora: Elizabeth D'Angelo Serra


Tigre digital

Ocupa-se de poéticas digitais para crianças, com descrição ou críticas de sites de poesia infantil no Brasil e no exterior. Editor: Miguel Rettenmaier.


Tigre à mesa

Apresenta ou publica críticas à produção editorial do período, dentro da área, tanto em relação a textos de reflexão como a livros, produtos ou espaços de poesia para crianças. Editor: Sérgio Capparelli.


Conselho Editorial
O Tigre Albino tem um Conselho Editorial integrado pelas seguintes pessoas:

Blanca Roig da USC e da LIJMI, Espanha;

Ezequiel Theodoro da Silva, da UNICAMP e da ALB, Brasil;

Isabel Mociño Gonzáles, da USC e da LIJMI, Espanha;

Laura Sandroni, da FNLIJ, Brasil;

Maria Antonieta Cunha, da PUC-MG, Brasil;

Marisa Lajolo, da UNICAMP e Mackenzie, Brasil;

Silvia Castrillon, da Asolectura, Colômbia;

Virgilio López Lemus, do ILL, FAyLUH e AChttp://fayl.uh.cu e ACC, de Cuba.












Mundo
da Leitura